Escolha uma linha
Diminuir Normal Aumentar
1
Indique para os seus amigos
Indique para os seus amigos

06/08/2012
Transporte Coletivo é um dos maiores geradores de EMPREGO
Fonte: Revista SetNews Edição Agosto/2012

imagem

Dados da OIT de 2010 mostram que no Brasil existem aproximadamente 2,9 milhões de "profissionais-verdes". Destes, apenas 6,6% estão no mercado formal, com registro em carteira e maior recolhimento de impostos.
O setor de transportes, em especial o coletivo de passageiros, responde por 857 mil destas vagas, um dos maiores índices de ocupação formal.
Ou seja, além de ajudar a reduzir as emissões de poluição, o setor de transporte coletivo gera desenvolvimento para o País e as demais áreas por ser um dos que mais contribuem com impostos que financiam diversos setores, como saúde e educação, segundo a Organização Internacional do Trabalho.
No caso da saúde, há ganhos acumulados. As empresas de transportes coletivos auxiliam no combate a poluição ao tirar veículos das ruas, o que diminui os gastos com a saúde. Além disso, é um dos que mais contribuem com impostos para os gastos em saúde que ainda existem e que muitas vezes são gerados pela poluição ocasionada pelo uso desenfreado do carro particular.
Depois dos transportes coletivos, há outros setores importantes em números na geração de emprego e renda, com respeito ao meio ambiente, de acordo com relatório da OIT no Brasil.
- Transportes coletivos e alternativos aos individuais: 857 mil postos de trabalho
- Geração e distribuição de energia renovável: 580 mil vagas.
- Manutenção e recuperação de materiais: 498 mil vagas
- Telecomunicações e teleatendimento (que reduz os deslocamentos nas cidades): 485 mil vagas
- Saneamento e gestão de resíduos: 335 mil empregos.
- Produção e manejo ambiental: 194 mil postos.
A economia verde não só vai ajudar no combate aos impactos negativos ao meio ambiente, mas na luta pela erradicação da miséria.
Para todo o mundo, relatório da OIT feito em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), Organização Internacional de Empregadores (OIE) e a Confederação Sindical Internacional (CSI), aponta que essa transição para uma economia mais verde pode gerar entre 15 e 60 milhões de novos empregos nos próximos vinte anos, tirando de fato pessoas da miséria, sem assistencialismo.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.




voltar
rodapé Cartão MelhorCartão Melhor Rodrigues Design Viação Sudeste Viação Santa Luzia Ir e Vir Cartão Melhor