Escolha uma linha
Diminuir Normal Aumentar
1
Indique para os seus amigos
Indique para os seus amigos

14/12/2011
Pontos de ônibus vão receber abrigos provisórios e serão padronizados
Fonte: Jornal Aqui Notícias

imagem

Os pontos de ônibus de Cachoeiro vão receber abrigos provisórios e no ano que vem serão padronizados. Essa foi a informação passada ontem pela prefeitura, através da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Cachoeiro (Agersa), na pessoa do presidente, Luiz Carlos de Oliveira. Os locais onde hoje não existe sequer cobertura estão inclusos nesse projeto, que está tramitando na Câmara de Vereadores.

Salvo casos raros, a grande maioria dos pontos de ônibus no município é desconfortável e desagrada o usuário. Se há um conforto nisso tudo, ou um aprofundamento do descaso, trata-se da constatação de que o problema é histórico. São anos e mais anos sem investimento público robusto nessa área.

Segundo Luiz Carlos, pela primeira vez numa gestão pública de Cachoeiro foi feito um levantamento técnico para mapear a questão. "Antigamente não era possível saber quantos e onde estavam os pontos de ônibus. Depois desse estudo chegamos ao número de 1.780 em área urbana e 296 nos distritos", contou.

Antes da padronização, Luiz informou ainda que a secretaria de obras teve a iniciativa de providenciar abrigos temporários. "São estruturas metálicas, que ficarão provisoriamente, até que o processo de padronização seja contratado e colocado em prática", acrescentou Luiz. Segundo o presidente da Agersa, a contratação será feita por licitação e a empresa vencedora ficará responsável por instalar os abrigos e poderá utilizar o espaço para publicidade, não gerando, assim, despesa para a municipalidade.

A situação não é boa

Apesar do projeto, Luiz reconhece que a atual situação não é boa. "É preciso ter a noção que os abrigos são ruins, porque nunca houve uma preocupação com isso dos gestores anteriores. Mas com a determinação do prefeito Carlos Casteglione (PT), nossa expectativa é que no ano que vem os pontos de ônibus sejam padronizados, levando conforto e segurança para quem tem que esperar o transporte coletivo", ponderou.

Ontem, a reportagem percorreu alguns lugares para saber a opinião dos passageiros. No geral, a insatisfação é um sentimento em comum. Para o bombeiro hidráulico George Santos, do bairro BNH, é preciso uma medida urgente. "Nós trabalhadores que andamos de ônibus todos os dias sabemos o sofrimento que é, porque ficamos expostos ao sol e a chuva. É uma situação que esperamos solução há muitos anos", disse.

Já a diarista Marluce Almeida, do bairro São Francisco de Assis, a expectativa é que um dia os pontos de ônibus recebam melhorias. "Não vejo o poder público se manifestar e por mais que a gente peça, nunca fomos atendidos. Depois dessas mudanças a situação ficou ainda pior", enfatizou, fazendo comentário sobre as alterações feitas recentemente, colocando alguns pontos na Linha Vermelha.

"O que a gente percebe é que nunca antes no município houve a preocupação com a padronização dos pontos de ônibus. Agora, essa realidade vai mudar e pensamos em uma solução nos moldes dos grandes centros, levando um pouco mais de qualidade de vida para nossa população", finalizou Luiz Carlos.




voltar
rodapé Cartão MelhorCartão Melhor Rodrigues Design Viação Sudeste Viação Santa Luzia Ir e Vir Cartão Melhor