Escolha uma linha
Diminuir Normal Aumentar
1
Indique para os seus amigos
Indique para os seus amigos

02/01/2014
Um novo limiar para o transporte público
Fonte: Revista Techni Bus

imagem

Embora polêmica, a abertura de mais de 200 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus na cidade de São Paulo é um primeiro passo da administração municipal para começar a priorizar o transporte público, que, nos últimos anos, perdeu muito espaço para o automóvel.
Na medida em que um país começa a aumentar a sua renda, é comum que as pessoas passem a andar mais com seus próprios veículos. O incomum é que as cidades não aumentem a oferta do transporte público e não ofereçam opções de intermodalidade, com o automóvel se integrando ao ônibus, metrô e trens urbanos. Por isso, São Paulo, assim como outras capitais e cidades de porte médio, assiste dia a dia aumentar o caos no trânsito.
Os corredores são uma reivindicação antiga dos operadores de ônibus, que perderam receita e passageiros com a diminuição da velocidade. Em São Paulo, a média era de 9 km/h nos horários de pico - índice não muito inferior a outras localidades de grande porte.
De acordo com o presidente da Fabus, José Antonio Fernandes Martins, o ônibus precisa ter uma velocidade de pelo menos 25km/h para atrair passageiro e manter a rentabilidade do transporte público, que foi um dos alvos das manifestações públicas do meado do ano devido a sua baixa qualidade.
Outra reivindicação da Associação das Empresas de Transporte Urbano (NTU) é a desoneração sobre os serviços do transporte, já determinada em parte por lei recém-aprovada. Com uma tarifa mais baixa, o passageiro poderia ser atraído de volta, principalmente, com os sistemas BRT, que são muito mais rápidos, confortáveis e eficientes.
Espera-se que a abertura das faixas exclusivas seja apenas um primeiro passo na melhoria da qualidade do serviço, que precisa ter ônibus novo e confortável, pontualidade, segurança e serviços embarcados de qualidade a um preço acessível à maioria da população.
Competência e produtos para tornarem a operação muito mais eficiente a indústria e fornecedores provaram na Transpúblico 2013 que têm. Aliás, todos estão torcendo para o transporte público dar um salto de qualidade, pois vai gerar muito mais negócios em toda a cadeia.

 




voltar
rodapé Cartão MelhorCartão Melhor Rodrigues Design Viação Sudeste Viação Santa Luzia Ir e Vir Cartão Melhor